segunda-feira, setembro 18, 2006

Há cerca de quatro anos um grupo de jovens unido por uma âncora umbilical à terra que os tinha visto crescer. Motivados por uma intervenção mais activa nas mentes populares de então, que mergulhadas num enfadonho desenrolar político cultural, num país abalado por escândalos de pedofilia e por uma crise económica, que até o seu primeiro-ministro acabou por emigrar...

Este mesmo grupo decidiu passar à escrita o que lhes ia na mente. Pela estrada fora… Na busca da bruxaria, de aldeias isoladas ou pelas serras de Oeiras… Entrevistando famosos que agitavam a rotina ansianense, como o condutor de comboios mais famoso do país ou Pai Natal de bigode… atribuindo prémio aos vendedores de pneus… indagando a população sobre o que fazer com uma rotunda…

Passado este tempo todo, depois de honrado o compromisso com Gutenberg, quantas vezes não sentimos vontade de passar à escrita as nossas deambulações mentais ou por outro lado, apenas aconselhar a ver um filme, ouvir um álbum ou ler um livro que tenhamos gostado...

Fica aqui o convite…